RELATÓRIO ANUAL 2010
Demonstrações Financeiras

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS INDIVIDUAIS
(CONTROLADORA) E CONSOLIDADAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009
(Valores expressos em milhares de reais)


8. IMPOSTOS A RECUPERAR

 
  CONTROLADORA CONSOLIDADO
31.12.10 31.12.09 01.01.09 31.12.10 31.12.09 01.01.09
Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços-ICMS  310.396  220.996  166.025  474.717  293.613  219.602
Crédito Presumido do IPI  61.046  60.896  60.782  71.668  67.234  66.941
Crédito de PIS  108.394  61.040  38.605  227.343  97.589  64.056
Crédito da Cofins  483.110  252.376  152.483  1.008.912  412.047  262.090
Imposto de Renda  74.885  40.797  5.827  115.015  65.303  27.946
Contribuição Social  12.862  14.304  4.164  19.630  18.502  5.010
IRRF  56.084  537  31.771  57.105  1.562  33.147
IVA  -  -  -  35.490  38.840  36.704
Certificados de exportação  -  -  -  15.004  4.963  12.575
Créditos ONCCA  -  -  -  8.020  19.107  -
(-) Provisão por não realização  (239.486)  (184.472)  (123.361)  (288.034)  (206.335)  (137.873)
Outros
 102.259
 40.497
 -
 132.003
 53.596
 8.028
             
 
 969.550
 506.971
 336.296
 1.876.873
 866.021
 598.226
             
Ativo circulante  439.610  216.125  334.286  868.638  526.998  553.595
Ativo não circulante
 529.940
 290.846
 2.010
 1.008.235
 339.023
 44.631

8.1. ICMS

O saldo do ICMS a recuperar é proveniente da obtenção de créditos por compras de matérias-primas, materiais de embalagem e secundários em volume superior aos débitos gerados nas vendas locais, haja vista que as vendas ao mercado externo são isentas. A realização dos créditos se dará através de compensação com débitos gerados nas vendas no mercado interno ou por transferências para terceiros.

8.2. CRÉDITO PRESUMIDO DO IPI

Refere-se ao ressarcimento de PIS e Cofins incidentes sobre os insumos adquiridos no mercado interno e consumidos no processo de bens efetivamente exportados.

8.3. PIS E COFINS

Refere-se ao crédito não cumulativo do PIS e da Cofins, de acordo com as Leis nº 10.637/02 e 10.833/03, incidente sobre as aquisições de matérias-primas, materiais de embalagem e materiais secundários, utilizados nos produtos comercializados no mercado externo, bem como contemplam os saldos totais desses créditos provenientes das empresas adquiridas no 1º trimestre de 2010.

8.4. IMPOSTO DE RENDA E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL

Referem-se às antecipações de Impostos de Renda e Contribuição Social realizadas nos exercícios findos em 31 de dezembro de 2008, 2009 e 2010.

8.5. IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE – IRRF

Refere-se ao IRRF sobre ganhos nas aplicações financeiras realizadas pela Companhia.

8.6. IVA – IMPOSTO SOBRE VALOR AGREGADO

Referem-se aos saldos de IVA a recuperar existentes em controladas no exterior, provenientes da diferença de imposto entre as compras e vendas, haja vista a diferença da taxa de alimentos ser menor que a maioria das transações.

8.7. CERTIFICADOS DE EXPORTAÇÃO

Referem-se aos certificados emitidos pelo governo do Uruguai a título de devolução de um percentual do imposto pago pelos exportadores.

8.8. CRÉDITOS ONCCA (OFICINA NACIONAL DE CONTROLE COMERCIAL AGROPECUÁRIO)

Trata-se de um benefício concedido, na Argentina, pelo Ministério de Agricultura Ganadeira y Pesca às empresas que investem em confinamentos (Feed lots).

A movimentação da provisão por não realização dos impostos a recuperar está demonstrada abaixo:
 
  CONTROLADORA CONSOLIDADO
Saldo em 01/01/09  (123.361)  (137.873)
Constituição de provisão  (61.111)  (68.463)
Saldo em 31/12/09
 (184.472)
 (206.335)
Constituição de provisão  (55.015)  (81.699)
Saldo em 31/12/10
 (239.486)
 (288.034)
topo
Produzido por: