RELATÓRIO ANUAL 2010
Demonstrações Financeiras

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS INDIVIDUAIS
(CONTROLADORA) E CONSOLIDADAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009
(Valores expressos em milhares de reais)


32. EFEITOS DA ADOÇÃO DAS IFRS E DOS NOVOS PRONUNCIAMENTOS TÉCNICOS, INTERPRETAÇÕES E ORIENTAÇÕES EMITIDAS PELO CPC NAS INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS

Efeitos da adoção das IFRS e dos novos Pronunciamentos Técnicos, Interpretações e Orientações emitidas pelo CPC nas Informações Trimestrais – ITR referentes aos períodos findos em 31 de março, 30 de junho e 30 de setembro de 2010 e de 2009.

Em 25 de janeiro de 2011, a CVM editou a Deliberação n° 656, modificando a Deliberação CVM nº 603/09 e concedendo às companhias abertas prazo adicional para a reapresentação das Informações Trimestrais – ITR de 2010 e 2009, com a plena adoção das normas vigentes em 2010, até a entrega das Informações Trimestrais – ITR referentes ao trimestre a findar em 31 de março de 2011.

A Administração da Companhia optou pela utilização do prazo adicional e, em observância à obrigatoriedade prevista na Deliberação CVM n° 656/2011, está divulgando uma reconciliação do patrimônio líquido de cada trimestre de 2010 e de 2009, partindo dos valores originalmente apresentados, ajustes apurados e saldos ajustados pela aplicação dos novos CPCs.

Estas informações trimestrais foram sujeitas aos procedimentos de revisão especial aplicados pelos auditores independentes da Companhia de acordo com os requerimentos da CVM para informações trimestrais (NPA 06 do Ibracon – Revisão Especial das Informações Trimestrais das Companhias Abertas), incluindo os ajustes decorrentes da adoção das novas práticas contábeis, não tendo sido, portanto, sujeitas aos procedimentos de auditoria.

CONCILIAÇÃO DO RESULTADO BR GAAP COM AS IFRS  
CONCILIAÇÃO DOS GANHOS – CONTROLADORA (EM MILHARES DE REAIS) PARA O EXERCÍCIO ENCERRADO 31 DEZEMBRO 2009
Ganhos líquidos de acordo com as BR GAAP 679.079
Diferenças nas GAAP aumentando (diminuindo) os ganhos reportados:  
1. Receita 18.709
2. Estoque (11.094)
3. Ativo biológico 8.297
4. Ajuste a valor presente (720)
5. Baixa de ativos não recuperáveis (4.557)
7. Provisão para não realização de créditos (61.111)
8. Provisão para contingências (5.869)
9. Não realização de estoques/obsolescência (71.650)
10. Depreciação avaliação do ativo imobilizado 5.231
11. Tributos diferidos 19.893
12. Combinações de negócio -
12. Equivalência patrimonial – Ajustes em controladas
(41.773)
Ganhos líquidos de acordo com as IFRS
534.435

 
CONCILIAÇÃO DOS GANHOS – CONSOLIDADO (EM MILHARES DE REAIS) PARA O EXERCÍCIO ENCERRADO 31 DEZEMBRO 2009
Ganhos líquidos de acordo com as BR GAAP 679.079
Diferenças nas GAAP aumentando (diminuindo) os ganhos reportados:  
1. Receita 19.269
2. Estoque (12.982)
3. Ativo biológico 8.297
4. Ajuste a valor presente (1.090)
5. Baixa de ativos não recuperáveis (4.557)
6. Estorno de amortização do diferido 1.361
7. Provisão para não realização de créditos (68.463)
8. Provisão para contingências (11.411)
9. Não realização de estoques/obsolescência (71.650)
10. Depreciação avaliação do ativo imobilizado (47.868)
11. Tributos diferidos 44.450
12. Combinações de negócios
-
Ganhos líquidos de acordo com as IFRS
534.435


A seguir está apresentada a reconciliação do patrimônio líquido e resultado da Companhia (Controladora e Consolidado) para cada trimestre de 2010 e de 2009:
 
  CONTROLADORA CONSOLIDADO
ATIVOS PASSIVOS PATRIMÔNIO LÍQUIDO ATIVOS PASSIVOS PATRIMÔNIO LÍQUIDO
Saldo de abertura de práticas anteriores em
1º de janeiro de 2009
6.668.862 3.939.011 2.729.851 9.155.170 6.407.405 2.729.851
CPC 37 – Adoção inicial das novas normas – Apresentação de antecipações de clientes no passivo circulante 46.628 46.628   46.628 46.628  
CPC 12 – Ajuste a valor presente (1.707) 1.231 (2.938) (1.308) 1.229 (2.540)
CPC 37 – Adoção inicial das novas normas –
Baixa de títulos sem realização
(154.191)   (154.191) (154.191)   (154.191)
CPC 30 – Reconhecimento de receita (909)   (909) (805)   (805)
CPC 29 – Ativo biológico – Ajuste a valor de mercado (8.852)   (8.852) (8.852)   (8.852)
CPC 16 – Estoques – Constituição de provisão por obsolescência e não realização (97.300)   (97.300) (97.300)   (97.300)
CPC 37 – Adoção inicial das novas normas – Apresentação de tributos a recolher no passivo circulante 2.073 2.073   2.075 2.075  
CPC 25 – Provisões – Complemento de provisões por não realização de créditos (123.361)   (123.361) (137.873)   (137.873)
CPC 37 – Adoção inicial das novas normas – Apresentação de adiantamento a fornecedores 123.599 123.599   123.599 123.599  
CPC 37 – Adoção inicial das novas normas – Apresentação de outros valores a receber 1.509 1.509   1.509 1.509  
CPC 32 – Tributos diferidos – Constituição de tributos diferidos sobre ajustes temporários 37.310   37.310 46.086   46.086
CPC 18 – Investimento em controladas e coligadas – Reconhecimento dos efeitos dos ajustes do IFRS nas controladas (68.814)   (68.814)      
CPC 27 – Ativo Imobilizado – Custo atribuível do ativo imobilizado 12.517   12.517 1.108.642   1.108.642
CPC 27 – Ativo Imobilizado – Registro de depreciação       (31.149)   (31.149)
CPC 13 – Baixo do ativo diferido       (18.852)   (18.252)
CPC 13 – Baixa de deságio 12.479   12.479      
CPC 25 – Provisões – Complemento de provisões
previdênciárias
  1.780 (1.780)   2.401 (2.401)
CPC 32 – Tributos diferidos – Constituição de tributos diferidos sobre mais valia   110.162 (110.162)   691.983 (691.983)
CPC 02 – Conversão de balanço – Efeito ajustes IFRS 2008            
CPC 15 – Combinação de negócios – Ajuste de ágio em aquisições         514.140 (514.140)
Ajuste do saldo de minoritários em decorrência dos ajustes de IFRS           (1.243)
Saldo em 1º de janeiro de 2009
6.449.843
4.225.993
2.223.850
10.033.379
7.790.969
2.223.850
Reclassificação de participação de não controladores
para patrimônio líquido
 
 
 
 
 
19.160
Saldo de Acordo com CPCS em 1º de Janeiro de 2009 – Total
6.449.843
4.225.993
2.223.850
10.033.379
7.790.969
2.243.010

 
  CONTROLADORA CONSOLIDADO
ATIVOS PASSIVOS PATRIMÔNIO LÍQUIDO ATIVOS PASSIVOS PATRIMÔNIO LÍQUIDO
Saldo de abertura de práticas anteriores em
31 de dezembro de 2009
9.452.811 5.268.526 4.184.285 11.451.640 7.253.834 4.184.285
CPC 37 – Adoção inicial das novas normas – Apresentação de antecipações de clientes no passivo circulante 64.431 64.431   64.431 64.431  
CPC 12 – Ajuste a valor presente (9.264) (3.682) (5.582) (8.456) (4.265) (4.191)
CPC 37 – Adoção inicial das novas normas – Baixa de títulos sem realização (158.748)   (158.748) (158.748)   (158.748)
CPC 30 – Reconhecimento de receita 7.615   7.615 (4.077)   (4.077)
CPC 29 – Ativo Biológico – Ajuste a valor de mercado (555)   (555) (555)   (555)
CPC 16 – Estoques – Constituição de provisão por obsolescência e não realização (168.950)   (168.950) (168.950)   (168.950)
CPC 37 – Adoção inicial das novas normas – Apresentação de tributos a recolher no passivo circulante 13.327 13.327   13.327 13.227  
CPC 25 – Provisões – Complemento de provisões por não realização de créditos (184.472)   (184.472) (206.336)   (206.336)
CPC 37 – Adoção inicial das novas normas – Apresentação de adiantamento a fornecedores 106.344 106.344   106.344  106.344  
CPC 37 – Adoção inicial das novas normas – Apresentação de outros valores a receber 12.369 12.369   50.424 50.424  
CPC 32 – Tributos diferidos – Constituição de tributos diferidos 52.923 105.882 (52.959) 66.198 625.345 (559.147)
CPC 18 – Investimento em controladas e coligadas – Reconhecimento dos efeitos dos ajustes do IFRS nas controladas 99.433   99.433      
CPC 27 – Ativo imobilizado – Custo atribuível do ativo imobilizado 48.897   48.897 1.139.791   1.139.791
CPC 27 – Ativo Imobilizado – Registro de depreciação       (79.017)   (79.017)
CPC 13 – Baixo do ativo diferido       (11.429)   (11.429)
CPC 43 – Baixa de deságio 12.479   12.479      
CPC 25 – Provisões – Complemento de provisões tributárias   7.649 (7.649)   13.812 (13.812)
CPC 36 – Demonstraçãoes consolidadas – Aquiisição de ações de controlada (1.748)   (1.748)      
CPC 02 – Conversão de balanço – Efeito ajustes IFRS 2008         9.671 (9.671)
CPC 15 – Combinação de negócios – Ajuste de ágio em aquisições         335.860 (335.860)
Ajuste do saldo de minotários em decorrência dos ajustes de IFRS           (237)
Saldo em 31 de dezembro de 2009
 9.346.892
5.574.846
3.772.046
12.254.587
8.468.683
3.772.046
Reclassificação de participação de não controladores
para patrimônio líquido
 
 
 
 
 
13.858
Saldo de acordo com CPCs em 31.12.2009
9.346.892
5.574.846
3.772.046
12.254.587
8.468.683
3.785.904
topo
Produzido por: